Sindivapa - Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Vale do Paraíba e Litoral Norte

Sindicato das Empresas de Transporte
de Cargas no Vale do Paraíba e Litoral Norte

Mercado de caminhões deve crescer 30% este ano

07.02.2018

Estimativa é da Mercedes-Benz que vendeu 6.200 veículos comerciais entre dezembro e janeiro deste ano

As perspectivas para 2018 são animadoras na visão dos principais executivos da Mercedes-Benz, marca líder do mercado de veículos comerciais: com previsão de crescimento do PIB e da taxa Selic chegar 6,5% até o final do ano, as condições econômicas estão interessantes para quem quer investir na visão da área comercial da montadora.

E os números reforçam esta tese. Foram comercializados mais de 6.200 veículos comerciais entre dezembro e janeiro: 4000 ônibus, 1073 caminhões e 1154 comerciais leves da linha Sprinter. O agronegócio, logística, transporte de combustíveis e químicos, mineração e madeira foram segmentos que mais investiram o que leva a montadora a estimar um crescimento de 30% nas vendas de caminhões em 2018 na comparação com o ano passado.

Segundo dados da Anfavea, a associação dos fabricantes, no total o licenciamento de caminhões somou em janeiro 4,6 mil unidades, aumento de 54,8% sobre as 2,9 mil unidades de janeiro do ano passado e diminuição de 24,9% se defrontado com as 6,1 mil de dezembro.

FROTAS – A Raízen/Shell, principal fabricante de etanol de cana-de-açúcar do Brasil, acaba de negociar 533 caminhões sendo 300 Actros para transporte de combustível na Divisão Shell e 233 Axor para operações fora de estrada. No total são 1.057 extrapesados da marca vendidos para operações da empresa em apenas seis meses, uma vez que a companhia havia adquirido 524 unidades em julho de 2017.

“Estamos na melhor fase de produtos da Mercedes-Benz. Nunca estivemos tão maduros com soluções em todos os segmentos, dos pesados aos semi- leves. Dos pesados aos leves. Os números de vendas nos motivam a continuar perseguindo o mote ‘As Estradas falam. A Mercedes-Benz ouve’, entregando ao cliente o produto por ele desejado, atendendo suas expectativas de rentabilidade, conforto e segurança”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz.

A D’Granel Transportes também fechou 100 extrapesados em janeiro, sendo 86 Axor e 14 Actros para o transporte de granéis sólidos para siderurgia, cimenteiras, mineradoras e celulose, com operações no Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste.

Também em janeiro, a Mercedes-Benz negociou 80 caminhões Axor para a Expresso Nepomuceno, que serão destinados ao transporte de cana-de-açúcar e madeira em várias regiões do Brasil. Somam-se ainda 110 extrapesados para diferentes aplicações: 52 Actros para transporte de combustível (Transjordano), 35 Actros para transporte logístico (Log Brasil) e 23 Axor para operações de cana-de-açúcar (Breda).

Em dezembro de 2017, foram 150 Actros para a Transoeste realizar o transporte de grãos no Centro-Oeste (negociações realizadas com o envolvimento da unidade de seminovos SelecTrucks) e 100 Actros para renovação de frota da Transportadora Risa, maior produtora de soja na nova fronteira do Nordeste.

O caminhão extrapesado Actros, top de linha da Mercedes-Benz, foi um grande destaque de vendas ao longo de 2017. Foram emplacadas 1.498 unidades, entre modelos on e off-road, o que significa um aumento de aproximadamente 66% sobre o ano anterior. Considerando apenas os Actros rodoviários, o crescimento de vendas foi superior a 70%.

MANUTENÇÃO – Na área de pós-vendas, a Mercedes-Benz comercializou 819 Planos de Manutenção e o sistema de gestão de frotas Fleetboard para a Raízen, 109 para caminhões Axor e Actros da Transgrãos e 100 para a Transportadora Risa, totalizando mais de 1.000 Planos de Manutenção e Fleetboard comercializados.

“Esses serviços contribuem com a modernização da gestão de frota e aas empresas podem se concentrar em sua atividade, deixando os cuidados da frota com a Mercedes-Benz e seus concessionários”, destaca Silvio Renan, diretor de Peças e Serviços ao Cliente da Mercedes-Benz do Brasil.

Silvio Renan informa ainda que, no primeiro trimestre de 2018, os clientes da marca passam a contar com o programa de fidelidade e recompensas de fábrica. Inédito no segmento e de abrangência nacional, o programa – que é uma ampliação do App Mercedeiros de Verdade com mais de 30.000 downloads – traz vantagens e recompensas aos participantes, sejam os proprietários dos veículos, motoristas.

SPRINTER – Entre vans de passageiros e furgões, a Mercedes-Benz negociou 1.154 veículos da linha Sprinter para implementação de ambulâncias e transporte de pessoas.

Além de retomar a liderança de mercado em 2017 no segmento de comerciais leves (3,5 a 5 toneladas), com 36,7% de participação e 6.327 unidades emplacadas ao longo do ano, a Mercedes-Benz foi a única marca entre os principais concorrentes a registrar crescimento no volume de vendas em relação ao ano anterior, 31% a mais, enquanto o mercado como um todo teve queda de 5%.

“Em apenas cinco anos, aumentamos nosso market share em mais de 21 pontos percentuais, saltando de 14,9% em 2012 para 36,7% em 2017. Para este ano, nosso objetivo é aumentar nossas vendas em 15%, incrementando ações focadas nos clientes, como a revisão com preço fixo declarado e os planos de manutenção específicos para os veículos Sprinter, além de continuarmos investindo nos nossos Van Centers e Centros Especializados em nossa Rede para esse segmento”, afirmou Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil.

Saiba Mais!

Patrocinadores



Patrocínio:

Apoio: